Danças sufis

Danças sufis

A cerimônia começa todas as noites às 21h00 em Srihan Caravenserai. A cerimônia demora cerca de uma hora e depois da cerimônia você tem direito a um Serbet, uma bebida religiosa. A nossa equipe irá buscar você ao hotel meia hora antes do show, para que você tenha tempo de visitar a antiga caravanserai antes da cerimônia. Depois do show, você será conduzido de volta para o hotel.

A ciência contemporânea confirma que a condição fundamental da nossa existência é girar. Não existe nenhum objecto ou ser que não gire. Tudo roda e o ser humano, uma sabedoria rodopiante, continua a sua vida, a sua existência, através das voltas dos átomos, elementos estruturais do corpo, através da circulação do sangue, através da chegada e retorno à Terra, girando com a própria Terra.

O Sema (dança sufi) é uma cerimónia que representa uma jornada mística de ascenção espiritual através do amor, encontrando a verdade e chegando à perfeição. Depois há um retorno da sua jornada espiritual como humano que atingiu a maturidade com grande perfeição, para amar e servir toda a criação, todas as criaturas sem discriminar crenças, classes, ou raças.

O Sábio com o seu chapéu (o ego do seu túmulo de pedra) e com o seu vestido branco (o ego da sua mortalha) é espiritualidade nascida para a verdade. Quando ele despe o seu casaco preto, ele viaja e atinge a maturidade espiritual através de vários lances. No primeiro lance, quando os seus braços estão cruzados, representa o número um, a unidade de Deus.

Enquanto gira de braços abertos, a sua mão direita aponta para o céu e recebe a bondade de Deus e a sua mão esquerda aponta para a Terra para dar o que recebeu aos pobres, girando da direita para a esquerda, rodando à volta do coração. Este é o jeito de trazer o presente espiritual de Deus para o mundo que Deus vigia. Rodando em torno do coração, da direita para a esquerda, envolve toda a humanidade, todas as criaturas com afecto e amor.